Obrigado pela visita!

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Puxar ferro é ingrato?



Quem nunca escutou na academia comentários como:
“Treinar musculação é ingrato, demora demais, muito difícil, tem que ter paciência, muita paciência, não é verdade?”
Geralmente quem diz este tipo de coisa é algum aspirante a frango. O cara entra na academia e é codorna – depois passa a um nível superior – o Nível Frango e, se continuar se esforçando,  poderá ser Nível Galo e quem sabe em um futuro sair do Nível Aves e entrar para o Nível dos Eqüinos e realizar o sonho de todo frango – SER CAVALO !
Há pessoas que começam a treinar musculação e acham que perderão tudo assim que parar. Verdade? Claro que sim! Mas como?
Veja bem – você começa a treinar e seus músculos começam a responder ao treino que é feito com sobrecarga. Esta sobrecarga sofre mudanças constantes conforme sua força vai aumentando. Assim, seus músculos vão retendo mais proteínas contráteis e crescendo mais – a hipertrofia instala-se, resultado da adaptação de seu organismo ao treino de sobrecarga. O organismo adapta-se ao que lhe é imposto. 
Pessoas que vivem em regiões desérticas não possuem a mesma cor de pele de quem vive na Alemanha ou no Alasca, correto? É adaptação. Seu corpo não gosta de músculos – falei a verdade pra todos agora! Como você está constantemente castigando-o com anilhas, barras e halteres ele vai se adaptando ao castigo e cada vez mais você nota que deve intensificar sua rotina de treino, a fim de que ela continue promovendo o resultado esperado. 
Bem, aconteceu um problema em sua vida – uma nave extraterrestre caiu em cima de seu telhado e detonou sua casa. Como seu plano de seguro não cobre quedas de naves alienígenas você simplesmente… Ferrou-se! Agora sua mulher reclama dia e noite para que a casa seja consertada. Você pára com a academia, a fim de reter mais seus ganhos pessoais e cobrir o preju causado pelos amigos extraterrenos. O treino pára totalmente e a alimentação regrada também sofre mudanças. Seu corpo “nota” que não recebe mais aquele estímulo e faz o que? Começa a jogar fora ÁGUA retida dentro dos miócitos – suas células musculares – são ricas em água e essa água começa a ir embora devagar. Depois as proteínas que você tanto suou para conseguir reter se esvaem e lá se vai a hipertrofia! Não há mais solicitação de esforço, não há mais necessidade de ter um bíceps de 45 cm para levantar um haltere de 30 kg , pois o máximo de peso que você está erguendo é o peso das telhas do telhado destruído! Para que mais músculos? O corpo joga fora! Seu corpo não precisa mais de uma musculatura como antes!
Agora aparece um frangote e diz:  
“Eu disse que musculação é ingrata! Você faz e depois perde tudo o que ganhou! “ 
Frango…se você fosse um bom corredor, estaria hoje treinando para maratonas, correria cerca de 200 km por semana. Teria uma capacidade aeróbica muito boa. Agora se a mesma nave extraterrestre detonasse o seu telhado e você tivesse que parar os treinos diga-me:Quando você  voltasse a treinar corrida, a sua capacidade aeróbica seria exatamente igual a que você tinha antes da parada? A sua resistência para percorrer longas distâncias seria a mesma? Claro que não! Seu corpo não recebe mais o estímulo CORRIDA, assim como o coitado citado anteriormente não recebe mais o estímulo MUSCULAÇÃO!




Qualquer que seja a atividade física que você pratique quando parar perderá e isso é certo! Mas como a mãe natureza é muito sábia, boazinha e generosa você não sai tão mal dessa história. Entra em cena algo incrível chamado MEMÓRIA MUSCULAR. Esse bicho existe? Todos pensam que é coisa de marombeiro de academia que só fala besteira! Bem, no passado isso era realmente verdade, o pessoal da ciência ouvia os marombeiros falando em artigos de revista sobre a tal memória muscular e davam risadas. Agora, os que riam sumiram e entraram em cena os que provaram que isso realmente existe e é coisa séria. Sim, a memória muscular existe e quando você para de treinar seu corpo faz algo como um “back up” de seu “HD” – tudo fica guardadinho para um futuro – para quando você decidir retornar aos treinos.
Você poderá perder quase tudo que conquistou, não ficará mais parecendo com um bonequinho do Max Stell (no meu tempo era do Comandos em Ação!) , ficará algo como o Rocky 6 ! Ainda ficará bem! Já o corredor quando para de treinar nada muda fisicamente, continuará sendo o mesmo filé de borboleta que era antes só que agora com um pouco de gordura a mais no corpo. Você que treina com pesos, seja qual for o seu tamanho e seja qual for o seu sexo acredite – você carrega consigo o seu esporte e todos notam e sabem o que você faz, pois é visível , sua aparência é diferente de quem joga frescobol ou faz ballet! Não é verdade?
Sendo assim, quando você voltar a treinar pode marcar em sua agenda – dentro de 21 dias de treino, ou seja – 3 semanas você já começa a notar que seu peito já está dando as caras de novo naquelas camisetas que você tinha escondido no armário. A mulherada nota que a bunda está ficando mais firme nas calças que começam a ficar justas novamente ao invés de “ajustadas”.
O corpo é mais inteligente do que você imagina. Você está carregando por aí pelo mundão uma grana em “equipamentos high tech” e nem sabe!  Nada é mais caro no mundo do que o seu corpo, do que sua saúde!  
Eu jamais direi que a musculação ou qualquer outro esporte é uma atividade ingrata. Treino desde minha adolescência e tenho sido paciente todos esses anos esperando pelo dia em que me sentirei satisfeito 100% com minha forma física. Se esse dia chegará? Não sei lhe dizer, mas quero viver cada minuto até lá puxando ferro pra valer, louco como sempre fui por esse esporte e levarei comigo nessa jornada maluca todos os que estiverem dispostos a saírem da mediocridade física e alcançarem o físico perfeito. 
Ok, agora vem outra desculpa você irá dizer que está velho demais para começar essa jornada. Já está com mais de 40 e tudo o que lhe resta é curtir o tempo de vida que lhe sobra comendo bobagem e visitando o médico para saber se ele um dia lhe dirá a hora exata de sua morte para que você se prepare antecipadamente para o derradeiro fim. 
Velho para o esporte?  Traga-me uma certidão de nascimento onde consta que você tem mais de 102 anos e iremos a um médico ver o que você pode fazer de atividade física – espero que ele aconselhe musculação! E a alimentação? Será  que ela influencia quando você  para de treinar?  
Claro que sim!  Se você comia feito um cavalo quando treinava não há porque continuar comendo assim, não treina mais, não tem mais atividade intensa, não necessita do mesmo aporte de nutrientes que tinha anteriormente. Se continuar comendo feito um cavalo irá contrariar todas as leis da biologia e genética – você se tornará um porco! 
Por outro lado, se ajustes forem feitos na alimentação e ela seguir “limpa”, ou seja, livre de lixos será possível manter-se em boa forma por certo tempo, mas os músculos sempre pedirão uma coisa – TREINO! Quero que você acredite em mim – se você gosta realmente de treinar jamais irá parar – isso só irá acontecer se você passar por algum problema sério em sua vida, algo muito grave que necessite que você pare totalmente seus treinos. Nessa hora há muitos que dizem: 
“Não tenho tempo para treinar!”
Encerro este artigo respondendo a esta pergunta da seguinte forma:Você  tem um dia de 24 horas. Dessas 24 horas você:Dorme 8 horas!Trabalha 8 horas!Estuda 4 horas!Todas as refeições de seu dia somam em média 2 horas!24 – 8 – 8 – 4 – 2 = 2 horasRESTARAM 2 HORAS!

Com estas 2 horas restantes você  pode:Fazer uma hora extra no trabalho e garantir o whey do mês!Usar a outra hora para TREINAR!

O exercício jamais lhe dará mais anos a sua vida. Mas acredite, ele colocará muita vida em seus anos!

BONS TREINOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário